Unimed e hospitais de Brusque discutem atendimento domiciliar dos pacientes

Evento sobre o Serviço de Atenção Domiciliar – SAD foi realizado na noite desta quinta-feira (11) na sede da cooperativa médica

Com objetivo de integrar os fluxos de continuidade de cuidado entre os hospitais e o Serviço de Atenção Domiciliar – SAD, a Unimed Brusque reuniu representantes dos hospitais da cidade para junto com sua equipe e diretoria traçar as melhores estratégias de trabalho, beneficiando os pacientes da região. O evento foi realizado na noite desta quinta-feira (12), na sede da Unimed, no bairro São Luiz.

“Realizamos este evento para fortalecer o relacionamento entre as instituições do segmento saúde de Brusque. Acreditamos que juntos, conseguimos oferecer uma assistência integrada, para que o maior beneficiado seja sempre o paciente”, conta a gerente de Serviços em Saúde da Unimed, Amanda Sanches Baumel de Carvalho.

Serviço de Atenção Domiciliar

Amanda explica que o SAD está à disposição dos hospitais para que pacientes que tenham possibilidades clínicas de continuar sua assistência no âmbito domiciliar possam ter este benefício de maneira segura, qualificada e com toda a assessoria de uma equipe médica e multidisciplinar completa, para que realmente seja efetiva a recuperação da sua saúde.

“Os avanços de medicações e recursos da assistência em saúde permitem o que antes era exclusivo do ambiente hospitalar, hoje esteja dentro da casa do paciente, mas claro, sempre dirigido por uma equipe especializada, como a que a Unimed possui. Por isso, buscamos hoje essa harmonia com os hospitais”, completa.

No hospital

Convidado para o evento, o médico da família e coordenador médico de pronto socorro e enfermaria do Imigrantes Hospital e Maternidade de Brusque, Dr. Rafael Pereira, destaca que para os pacientes estar em casa é sempre melhor do que no hospital, tanto pelo conforto, quanto pelo risco de infecção hospitalar.

“Nós temos trabalhado com o SAD já há alguns anos tentando a desospitalização precocemente dos pacientes, para aqueles que estejam em condição clínica de ir para casa e que precisam terminar um tratamento em curso de antibiótico, por exemplo. Para o hospital é bom, pois conseguimos dar giro nos leitos e para a família e para o paciente também é melhor, justamente por estar no conforto do lar”, destaca.

De acordo com o médico, os pacientes idosos representam a maior parte dos internados e fazer o tratamento em casa, quando possível, é sempre a melhor opção. “No hospital eles perdem a orientação espacial e temporal, e, em casa, isso normalmente é recuperado mais rápido. Temos também outras situações em que temos feito a parceria com o SAD evitando internação. Cuidamos de muitos pacientes em casa, pessoas que estão acamadas, muito idosas.
Muitas vezes, atendendo precocemente e conhecendo o quadro, conseguimos evitar a própria necessidade de internação”, finaliza Dr. Rafael.
Segundo o diretor vice-presidente da Unimed, Dr. Charles Machado, o evento superou as expectativas. “Fiquei extremamente feliz que as instituições hospitalares estão presentes conosco e entenderam o nosso objetivo de estreitar as relações e melhorar sempre a segurança do paciente, proporcionando a ele o recebimento do mesmo tratamento que tinha na instituição hospitalar na sua casa. Terminar o tratamento de forma adequada dentro do seu lar, com seus familiares, certamente tende a encurtar o período da doença e aumentar o grau de satisfação, tanto da família quanto do paciente que está sendo tratado”, avalia.
O serviço
O Serviço de Atenção Domiciliar da Unimed provê cuidados, medicamentos, equipamentos, serviços especializados e específicos para cada atendimento. Além disso, o setor dispõe de uma metodologia de avaliação, planejamento, implementação, acompanhamento e finalização do tempo de atendimento.
Atualmente, são atendidos em média 20 pacientes por mês. Apenas em outubro deste ano, foram realizadas aproximadamente 400 visitas em domicílio aos pacientes acompanhados.
Para 2022, o objetivo da Unimed é promover Educação Continuada em conjunto com as instituições hospitalares da cidade. A partir do encontro desta quinta-feira, serão agendados momentos de treinamento com as equipes médicas e de enfermagem, para trocar boas práticas. “O perfil do paciente mudou muito nos últimos anos e a forma com que ele consome saúde hoje já é muito diferente. Por isso, a Unimed está sempre atenta às necessidades dos seus públicos. Acreditamos que juntos conseguimos fortalecer o setor de saúde de Brusque”, finaliza a gerente de Serviços em Saúde da Unimed, Amanda Sanches Baumel de Carvalho.

Crédito das fotos: Suellen Pereira / Amplitude Comunicação

Deixe um comentário