Programa de Controle da Dengue instala placas indicativas de áreas infestadas pelo Aedes aegypti

O Programa Municipal de Controle da Dengue instalou nesta semana placas nos bairros João Paulo II, Tapajós e Nações, onde há áreas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti. É considerada infestada uma área onde são encontrados três ou mais focos dentro do raio de inspeção de 300 metros em um curto período. As placas indicam a quantidade de focos encontrados no local. Esse dado será atualizado mensalmente para manter a população informada.

“O objetivo é chamar a atenção da comunidade para o alto índice de focos positivos do Aedes, mosquito transmissor da Dengue, Febre Chikungunya, Zika vírus e Febre Amarela. Muitos depósitos que acumulam água podem ser facilmente eliminados, por isso é importante a colaboração da população nessa luta”, ressalta Aline Machado dos Santos, coordenadora do Programa.

Dicas de prevenção:

• Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;
• Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
• Mantenha lixeiras tampadas;
• Deixe os tanques utilizados para armazenar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
• Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
• Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
• Mantenha ralos fechados e desentupidos;
• Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
• Retire a água acumulada em lajes;
• Limpe as calhas, evitando que galhos ou outros objetos não permitam o escoamento adequado da água;
• Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em vasos sanitários pouco usados e mantenha a tampa sempre fechada;
• Evite acumular entulho, pois podem se tornar criadouros do mosquito.

TEXTO SECOM INDAIAL

Deixe um comentário