Assembleias em formato híbrido devem permanecer no calendário das cooperativas mesmo com o fim da pandemia – Alternativa que contempla o presencial e o digital oferece inúmeras vantagens, entre elas, a maior adesão de cooperados

O modelo de assembleias 100% digitais já mostrou ter algumas vantagens, entre elas, a maior adesão de cooperados, agilidade e transparência no processo, que também é regulamentado pela Junta Comercial, possui um valor mais acessível para a realização, uma vez que não precisa de deslocamento, há a redução de custo com espaço e estrutura, como coffee break e equipe, além de ser uma alternativa segura (tanto em relação às questões sanitárias quanto às informações e dados dos participantes). O formato híbrido tem se tornado uma excelente opção para contemplar o presencial e o digital, respeitando ainda algumas restrições dos órgãos de saúde. “Começamos com um modelo focado no 100% digital, por conta de uma demanda que surgiu com a pandemia. Entretanto, notamos que o digital e o híbrido devem permanecer em alta após a pandemia, devido à economia e facilidade de realização. Os clientes que escolheram pelo modo digital em 2021 estão procurando a possibilidade de ir para o modelo híbrido para 2022. Percebemos que há pouco interesse em manter o formato 100% físico daqui para frente. Das 54 cooperativas que atendemos, cinco já solicitaram o modelo híbrido”, pontua Paulo Bardini, Product Owner da Hallo, startup especializada na realização de assembleias on-line.

Com a experiência de mais de 600 assembleias exibidas, 90 mil participantes e cerca de 20 clientes atendidos, a Hallo se especializou no desenvolvimento de uma solução completa, prática e fácil para transmitir assembleias digitais. A ferramenta atende diferentes segmentos que necessitam promover este tipo de evento para planejar ações, prestar contas e tomar decisões. Entretanto, as cooperativas são as mais interessadas no produto. “No nosso portfólio de clientes, temos 54 cooperativas de diversas cidades e segmentos, como crédito e saúde, e queremos ampliar a nossa presença para todo o Brasil e para diferentes áreas de atuação cooperativista”, avalia Bardini.

A Hallo foi a responsável pela realização da Assembleia Geral Ordinária da Cooperativa de Eletrificação de Braço do Norte (Cerbranorte), em Santa Catarina, que contou com a participação de mais de 5 mil cooperados, que participaram de forma presencial e digital para a votação de quatro pautas, entre elas, a eleição da presidência, com interações em tempo real com o cooperado. A equipe da Hallo ofereceu todo o apoio digital e conduziu 21 pontos de votação. O modelo garantiu a participação de 51,83% dos cooperados, um número considerado positivo devido ao momento de reestruturação da cooperativa. “Deslocamos um time de 22 profissionais para monitorar toda a votação, que durou nove horas. Demos todo o suporte para quem estava no on-line e no presencial, com orientações e questões técnicas durante a assembleia. De forma organizada, segura e confiável, a Cerbranorte obteve a apuração dos resultados em seguida, com os relatórios disponibilizados em seu sistema. O modelo híbrido reforça pilares importantes do cooperativismo: democracia e participação compartilhada”, explica Bardini.

Além do acompanhamento em tempo real durante a assembleia, a startup também permite que a solução seja customizada para atender as necessidades de cada cliente, reúne todas as funcionalidades em um mesmo ambiente e oferece suporte pós-evento. “A votação, o compartilhamento de pautas, validação de documentos e de participantes, tudo pode ser feito diretamente neste ambiente desenvolvido exclusivamente para cada cooperativa. A transmissão fica gravada para consulta posterior e a plataforma pode ser integrada ao sistema do cliente, gerando todos os relatórios necessários. Além disso, é importante ressaltar que a plataforma para a assembleia digital da Hallo é extremamente segura, de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e não compartilha dados, que são criptografados e sigilosos”, esclarece Bardini.

Após o contato com a equipe da Hallo, a plataforma de assembleia digital personalizada para o cliente está pronta para ser utilizada em 30 dias. São oferecidos três modelos: o básico, que não possui transmissão; o pacote intermediário, que inclui a transmissão; e o presencial, neste caso, conta com uma equipe da Hallo in loco como suporte no dia da assembleia. Apesar de ser uma ferramenta bem intuitiva e simples, para alguns processos os clientes costumam solicitar o apoio da startup para acompanhar todas as etapas.

Sobre a Hallo

A Hallo é especializada em criar soluções digitais personalizadas para que as instituições financeiras melhorem o seu relacionamento com os clientes. A fintech desenvolve marketplace, clube de vantagens, plataforma de eventos e assembleias digitais, de forma totalmente customizada com a identidade visual de cada instituição financeira ou empresa, que tem disponível um completo painel de administração para acesso de dados, estatísticas e insights para aprimorar o relacionamento com seu cliente.

Em 2019, a Hallo faturou R$ 800 mil e, em 2020, o cenário de pandemia contribuiu para a digitalização dos negócios, o que refletiu também nos números da fintech. O faturamento foi de R$ 2,2 milhões e entraram para o portfólio de clientes da Hallo: Mercado Asaas, Uni4Life Unicred Porto Alegre, Clube de Vantagens Unicred Brasil, Ailos Assembleia Digital e Bradesco Vitrine.  Em 2021, novos clientes já aderiram às soluções da Hallo na parte de assembleias digitais, como a Unicred, a Unimed Blumenau, a Credibrf e a Cerbranorte.

Oficina das Palavras / Patrícia Wippel

>> Curta o Médio Vale em Foco no Facebook
>> Curta o Médio Vale em Foco no Instagram
>> Curta o Médio Vale em Foco no Twitter
>> Curta o Médio Vale em Foco no WhatsApp
>> Curta o Médio Vale em Foco no Grupo do WhatsApp
>> Curta o Médio Vale em Foco no Telegram

Deixe um comentário